g2h

level

terça-feira, 18 de junho de 2013

Alzheimer cuidado perigo

Alzheimer cuidado perigo eminente aos idosos com sérios problemas de memória, então saiba como cuidar das pessoas queridas que merecem todo nosso carinho e dedicação.




Essa doença pode gerar uma mudança de comportamento: agitação, raiva súbita, agressão, xingamentos, comportamentos sexuais  inadequados, dentre outros. É isto que cansa as famílias e cansa o cuidador familiar: idoso com comportamento alterado! Devido a isso, alguns destes idosos podem até ser levado para instituição de longa permanência (casa de repouso), pois a família não aguenta mais cuidar.

Orientações e dicas ajudam muito a família no cuidado com o idoso portador de Alzheimer, pode ser ainda o melhor remédio para reduzir estes problemas de comportamento. Abaixo, várias dicas. Vale a pena conferir!

1- Repetiremos sempre: é a doença, é o quadro de demência que gera problemas de comportamento. O idoso não agita deliberadamente, de propósito.

2- Contornamos melhor a agitação, se temos um ambiente agradável e seguro, se proporcionamos e supervisionamos atividades e tarefas durante todo o dia, se temos apoio dos familiares e de outros cuidadores (se os tiver), aprendendo juntos habilidades necessárias para melhor cuidar do idoso.

3- Em muitos casos, a agitação ocorre devido à pouca preparação do cuidador/familiar em saber lidar com o idoso afetado pela demência.

4- Carinho, afeto e atenção tornam o idoso mais fácil de lidar, em caso de agitação.

5- Não dê falsas promessas e nem diga mentiras. Conquiste cada vez mais a confiança do idoso.

6- O idoso, pela demência, pode esquecer facilmente. Portanto, não fique criticando-o ou lembrando-o de episódios tristes e angustiantes do passado.

7- Para saber lidar com o idoso com demência, é necessário primeiro aprender o que é esta doença.

8- A prática da boa comunicação é importante. Fale devagar, olhando para o idoso e dizendo frases curtas e objetivas. Não lhe dê muitas opções de escolhas.

9- Tenha sempre um ambiente calmo e tranqüilo, encorajando o bom humor, a alegria e o riso. Relaxar faz bem contra a agitação!

10- Não provoque, no entanto, muitas emoções no idoso. Preocupações, alegrias e tristezas em excesso podem deixá-lo mais confuso e agitado.

11- Demonstre segurança e confiança no trato com o idoso. Procure ter o controle da situação em que ocorre a agitação. A autoridade e a firmeza (com calma e suavidade) podem ajudar a conter o idoso e deixá-lo mais cooperativo.

12- Não empurre, não bata, não grite e nem xingue! NUNCA!

13- Esteja atento para o nível de frustração do idoso. Carinho, amor e atenção, bem como o abraço e o toque, podem deixá-lo menos frustrado e sentir-se mais tranqüilo e amado.

14- Procure tratar o idoso com a maior naturalidade possível, não o tratando com uma criança, ou como um doente, mesmo que o seja. Agir assim pode evitar mal-entendidos e conflitos. Lembrar que o idoso pode perceber e ter sentimentos, como nós.

15- Ocupação, atividades e tarefas domésticas ou sociais ajudam a preencher o tempo, dando valorização e importância ao idoso.

16- Como cuidador/familiar, não tenha muitas expectativas de que o idoso irá melhorar, ou que se consiga controlar bem todos os seus sintomas. Estamos lidando como uma doença que AINDA não tem cura ou controle efetivo. Procure ser realista!

17- Evite discutir com o idoso! A maneira de reagir e de entender os fatos está alterada. Tentar convencer ou discutir, com muitos argumentos, como adultos normais, só irá piorar a agitação.

18- Um ambiente propício, bem iluminado, calmo e tranqüilo, bem sinalizado, sem muitas alterações na rotina diária deixa o idoso mais calmo e com melhores condições de lembrar de “seu” lugar, de sua casa. Evitar muitas aglomerações, muitas confusões e muitas festas.

19- A agitação pode resultar de fome ou sede. Procure supervisionar a alimentação do idoso.

20- A agitação pode ser sinal de dor ou de outro desconforto físico. Pergunte ao idoso, com calma e clareza, o que ele está sentindo. Procure em seu corpo algum sinal de problemas de saúde.

21- Evite tarefas cansativas e difíceis, não dando ao idoso, responsabilidade além de suas possibilidades.

22- tenha muita paciência com o idoso!Todo idoso precisa de Carinho!

Fique atento a mudanças de comportamento,uma vez que um diagnostico precoce ajuda sobremaneira no controle da doença.
Comentários de experiência com idosos serão Bem-vindos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba postagens por Email. Após colocar seu email procure sua caixa de entrada mensagem e confirme

Pesquisa no Google

Postagens populares

Pesquisa no Google

Google+ Followers

Google+ Badge